Alunos do 8º ano visitam Mariana, Mina da Passagem e Ouro Preto durante viagem

Alunos no trolley da Mina da Passagem

Está acompanhando o Estudo do Meio do 8º ano pelo blog? Então não perca o relato do 3º dia de viagem, feito pela diretora pedagógica, Myrna Ibrahim! Nesta quarta-feira (30), os alunos visitaram as cidades de Mariana e Ouro Preto, além de conhecerem a Mina da Passagem. Confira:

“Começamos o dia com o café da manhã e, logo após, seguimos caminho para a cidade de Mariana, nosso próximo destino de estudo.

Durante o percurso, pela belíssima Estrada Real, foram apontadas as características da vegetação tropical de altitude, área de transição de vegetação de Mata Atlântica para Cerrado, que fora objeto de estudo no ano anterior, bem como os córregos e os enormes vales que compõe a paisagem local. Os alunos também tiveram a oportunidade de observar a grande influência romana nas construções das pontes e viadutos, datadas do início do século 18. Seguimos estrada observando a suntuosa Serra do Espinhaço e, próximo a entrada da cidade, avistamos o Pico do Itacolomi.

Chegamos na cidade de Mariana e fomos almoçar num típico restaurante mineiro, no qual, acreditem, alguns alunos encontraram amigos de outra escola que também estão em estudo do meio!! Mundo pequeno… Após o banquete mineiro, nos dirigimos para a praça principal, na qual os alunos puderam  fazer desenhos de observação  da arquitetura local, sob a orientação da professora Rosangela. Em seguida, visitamos a Câmara Municipal, Cadeia, Pelourinho e Igreja Nossa Senhora do Carmo.

A visita em Mariana encerrou-se na exuberante Catedral da Sé, onde foram observadas e apontadas pelos nossos alunos as obras de Aleijadinho, bem como  reconhecidas, por eles, as colunas salomônicas,  o contraste entre claro e escuro e a forte presença do Barroco em sua 1ª fase. Nesta catedral, quem deu a aula, foram os nossos alunos… E nós, professores, ficamos extremamente orgulhosos.

Seguimos então para a Mina da Passagem, considerada a maior mina de ouro aberta para visitação no mundo. Descemos num trolley a 120 metros de profundidade e nos deparamos com  uma belíssima galeria subterrânea, na qual foram estudadas algumas formações rochosas e revisto o estudo sobre a exploração do ouro na região.

Enfim, no início da noite, chegamos em Ouro Preto. Após um dia intenso de estudos, finalizamos com jantar, futebol (com goleada do Brasil nos EUA) e um merecido descanso… Amanhã tem mais!!”

Clique aqui para ver as fotos da saída pedagógica.

Anúncios