Orientação Educacional agora na sala de aula!

A partir do ano que vem, questões como autonomia, organização de rotina, procedimento de estudo e convívio passarão a fazer parte da grade curricular do Santo Ivo, para os alunos do 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental.

Os encontros em sala de aula serão semanais e liderados pela Orientadora Educacional do colégio, Silvia Leal, que fala sobre a novidade na entrevista abaixo.

Por que a necessidade de tornar a Orientação Educacional fixa na grade horária?

O trabalho de Orientação Educacional faz parte do cotidiano do Santo Ivo desde a sua fundação. A ideia de inseri-lo na grade horária, a partir de 2014, vem acrescentar um trabalho mais sistemático nas questões que envolvem reflexões e ações sobre as relações coletivas em sala de aula, nos aspectos sociais (convivência, respeito, empatia, etc.) e cognitivos (aprendizagem, estratégias de estudo, concentração, etc.).

Quais são os principais objetivos do programa?

Pretendemos dar ferramentas para que o aluno estabeleça conexões entre o que aprendeu e a realidade em que vive, desenvolvendo relações interpessoais mais justas, respeitosas e solidárias.

 Quais conceitos serão trabalhados nesses encontros com os alunos?

Situações que interferem na aprendizagem do grupo e colocam em risco a qualidade da convivência são alguns deles. O desenvolvimento da autonomia e responsabilidade do aluno, a convivência em grupo de forma harmoniosa, a ética, a organização do tempo e as estratégias de estudo são outros. Acreditamos que o aluno vai aprender a lidar com situações complexas, se lhe forem oferecidas boas intervenções e debates que antecipem essas ocorrências.

Como isso será colocado em prática?

Promoveremos rodas de debate e dinâmicas para abordar e discutir situações que serão apresentadas por meio de trechos de filmes, de textos, além de situações reais que serão levadas à discussão. É necessário, ainda, transformar as  atividades propostas em ações concretas. A circulação da palavra é importante, mas não garante a mudança de atitude. É preciso auxiliar os alunos a planejar e executar ações que colaborem com a resolução de problemas que afetam a qualidade da aprendizagem, assim como das relações sociais vividas na escola.

Como o encontro de Orientação Educacional pode melhorar a capacidade de aprendizagem do aluno?

Parte do encontro será destinado a atividades que auxiliem os alunos a fazerem o uso adequado do tempo,  bem como organização do caderno e da agenda, além de promover discussões sobre a realização da lição de casa e as estratégias de estudo.

O encontro estimulará a participação dos alunos neste processo de construção?

Sim, o trabalho dará condições para que os estudantes possam trazer sugestões de pauta para discussão, expressar opiniões, questionar, expor situações e buscar soluções para os conflitos. A ideia é desenvolver a percepção de que fazem parte de um grupo com responsabilidades, direitos e deveres. Queremos trabalhar na formação ética do aluno, transmitindo e fortalecendo noções de respeito mútuo, justiça e solidariedade.

Anúncios