Alunos pintam muro do Colégio Santo Ivo, inspirados em artistas que estudaram ao longo do ano

DSCF2753

O Colégio Santo Ivo levou os alunos para conhecer diversas exposições ao longo deste ano. O projeto chamado “Pelas Ruas de São Paulo” proporcionou aos estudantes conhecer mais sobre a arte em várias galerias e espaços culturais da cidade.

Foram oito atrações visitadas entre fevereiro e outubro. Os alunos mais assíduos tiveram a oportunidade de deixar suas impressões no muro do pátio interno do Santo Ivo, na sexta-feira, dia 14 de novembro. Eles pintaram representações das obras de Yayoi Kusama, Osgêmeos, Tarsila do Amaral, Joan Miró, Cazuza, Tomie Ohtake, Cândido Portinari e Salvador Dalí.

As pinturas foram desenvolvidas por alunos do 5º ao 8º ano e supervisionadas pela professora de Artes Rosângela Quilici e pela orientadora pedagógica Sílvia Leal, que também colocaram seus dotes artísticos em prática.

“Os alunos puderam ter contato com muitos artistas e exposições ótimas. É a oportunidade de conhecer mais sobre cultura e desvendar um lado de São Paulo que nem todos conhecem, de cidade incentivadora da arte”, explica a professora Rosângela.

A primeira atração do “Pelas ruas de São Paulo” foi em fevereiro, com a Exposição Cazuza, no Museu da Língua Portuguesa. Em março, foi a vez de “A magia de Miró, desenhos e curvas”, no Museu da Caixa Econômica Federal. Abril teve “Arte no Brasil – a história do modernismo” na Pinacoteca. Em maio, visitaram o Masp e a exposição “Passagens por Paris”. No mês seguinte, visitaram o Instituto Tomie Ohtake e a “Exposição Obsessão Infinita”.

No segundo semestre, em agosto, visitaram o Galpão Fortes Villaça, que recebeu a “Exposição Ópera da Lua”, dos grafiteiros Osgêmeos. Em setembro foram à 12ª Bienal de Arte, no Ibirapuera. Outubro foi a vez de “Salvador Dalí”, novamente no Instituto Tomie Ohtake.

A aluna Gabriela Machado, do 7º ano, esteve presente em algumas das exposições e participou da nova decoração do pátio do colégio. Fã de pintura e música, ela fez uma homenagem a Cazuza e lembrou que sua obra será vista por alunos, profissionais e visitantes do Santo Ivo ao longo dos próximos anos.”Foi legal poder conhecer coisas novas da nossa cultura e reproduzir aqui, para que as pessoas possam ver durante bastante tempo”, conclui Gabriela.

Confira as fotos do dia no Flickr do Santo Ivo.

Anúncios