Cerimônia premia alunos do Santo Ivo finalistas do Concurso de Redação do IHGSP

IMG_6689Na última quarta-feira (27), os alunos Gabriel Vieira Nunes (7º ano) e Ana Lívia André Lopes (3º série do Ensino Médio), classificados em 2º lugar nas suas categorias no Concurso de Redação “Caminhos de Paz: Novas Histórias para São Paulo”, promovido pelo Conselho de Paz do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, foram premiados em cerimônia realizada na sede da entidade, no Centro.

Gabriel concorreu com alunos de escolas de toda a cidade e da Região Metropolitana de São Paulo na categoria Ensino Fundamental: 6º, 7º, 8º e 9º anos. Já Ana Lívia ficou em 2º na categoria Ensino Médio. Os alunos receberam certificados e medalhas de acordo com a sua classificação e ganharam, também, uma coleção de livros. Eles estavam acompanhados de familiares, dos professores de Língua Portuguesa Ronan Gava e Fátima Toso, das coordenadoras pedagógicas Miriã Sales e Izis Bernardi e do diretor geral do Santo Ivo, Dr. José Carlos de Barros Lima. O evento contou, ainda, com a presença do Cardeal Dom Odilo Scherer e da Coordenadora Nacional do PEA Unesco, Profª. Myrian Tricate.

O concurso teve como objetivo despertar nos professores e estudantes de escolas públicas e privadas a reflexão conjunta sobre a importância do estabelecimento do diálogo entre os povos e o papel de cada um na constituição de movimentos em prol da paz. Com a iniciativa, os organizadores esperavam coletar verdadeiras contribuições para a formação de um futuro mais próspero e sustentável para todos.

Depois de passar por uma pré-seleção dentro da escola, as redações foram submetidas a uma comissão julgadora formada por professores aposentados de língua portuguesa, eleitos a critério da Diretoria do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Os textos deviam ter até 30 linhas; ser realizados individualmente em sala de aula, de próprio punho, sob a supervisão de professores e orientadores; e ser enviados entre agosto e novembro do ano passado.

Todos os alunos que tiveram suas redações selecionadas pelo colégio para participar do Concurso receberam, nesta sexta-feira (29), certificado e apostila com os textos finalistas.

CLIQUE AQUI para conferir as fotos.

 

 

Chapas que disputam Grêmio Estudantil apresentam propostas

As chapas que disputam as eleições para o Grêmio Estudantil 2016 do Santo Ivo visitarão, nesta quinta-feira (28), as salas dos 6ºs, 7ºs e 8ºs anos para divulgar suas propostas. As eleições serão realizadas na próxima terça-feira, dia 3. As chapas que estão concorrendo foram organizadas pelos alunos dos 8ºs anos. São elas:

– Chapa Novas Direções
– Chapa L.O.S.T (Lealdade, Organização, Sabedoria e Trabalho)
– Chapa B.I.G (Bondade, Igualdade e Gentileza)
– ChapAção
– Chapa Unidos

Os integrantes das chapas já divulgaram algumas propostas para a nova gestão, como:

– Aulas mistas em algumas atividades de educação física;
– Organização de Semana Cultural;
– Música no recreio;
– Realização de campeonatos;
– Líderes de torcida;
– Organização de grupos de estudos;
– Sessões de cinema no período oposto ao de aula;
– Realização de concurso de fotografia;
– Organização de campeonatos de vídeo-game;
– Não utilização de uniforme em finais de trimestres ou vésperas de eventos importantes;
– Auxílio nas atividades de voluntariado.

O Grêmio Estudantil é a organização que representa os interesses dos estudantes na escola. Ele permite que os alunos criem ações tanto no próprio ambiente escolar como na comunidade. O Grêmio é, também, um importante espaço de aprendizagem, cidadania, convivência, responsabilidade e de conquistas por direitos. É uma oportunidade de aumentar a participação dos alunos nas atividades e programações da escola, junto com funcionários, professores, coordenadores, orientadores e diretores.

Em um sentido mais amplo, é uma das primeiras oportunidades que os jovens têm de participar na sociedade, apresentando suas ideias e opiniões e defendendo os interesses dos alunos.

Hoje é o último dia de inscrição para visita à mostra “Grandes Mestres”

20160427_grandesOs alunos dos 6ºs, 7ºs e 8º ano do Santo Ivo visitarão, na sexta-feira, dia 29,  a exposição “Grandes Mestres – Leonardo, Michelangelo e Rafael“, no Espaço Cultural Porto Seguro, que reúne réplicas destes importantes mestres do Renascimento Italiano. A atividade é a 25ª do projeto “Pelas Ruas de São Paulo”, que apresenta a eles as riquezas artísticas da nossa cidade.

Os alunos serão acompanhados pelo professor de Arte, Lucas, e pela orientadora educacional, Silvia. Interessados em participar devem entregar o protocolo e o valor estipulado para Ana Cláudia até hoje.

A mostra reúne trabalhos fundamentais para a história da arte italiana e mundial, como A Última Ceia, de Leonardo da Vinci, o Davi de Michelangelo e a própria Monalisa. Integram também a exposição as invenções de Leonardo da Vinci, como os esboços arquitetônicos e instrumentos de guerra projetados pelo grande mestre.

Os alunos sairão às 13h e têm retorno previsto para 17h, ambos na Unidade I. A visita à exposição está prevista para 14h. Os alunos que forem participar do passeio irão de micro-ônibus e devem almoçar ou tomar lanche antes do horário de saída.

Profª Rosangela, da Sala de Leitura, ganha destaque em revista

A profª. Rosangela, da Sala de Leitura da sede, deu um depoimento para a Revista Guia de Novidades 2016, da Editora Brinque-Book, sobre um dos livros que mais gostou de trabalhar com os alunos do colégio. Na seção “Meu Livro Preferido da Brinque-Book” da publicação, ela falou sobre a obra “Carona na Vassoura”.

Segundo Rosângela, foi uma das alunas do 1º ano que questionou se ela conhecia o livro, o que a instigou a fazer a narrativa da obra para os estudantes. “Dias depois, preparei a história com direito a chapéu de bruxa e vassoura. Sucesso total!”, contou à revista.

Confira o depoimento AQUI e na reprodução abaixo:

20160425_rosangela

Santo Ivo participa do Matemática sem Fronteiras, maior olimpíada educacional interclasses do mundo

20160418_matematica-sem-fronteirasOs alunos do 4º ano à 1ª serie do Ensino Médio do Santo Ivo participaram, na última sexta-feira (15), da Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras, que é a maior competição educacional interclasses do mundo.

Edição brasileira da competição “Mathématiques Sans Frontières“, criada na França nos anos 1990, com participação de mais de 200 mil estudantes em 29 países e 10 idiomas, o desafio possui uma única fase, com diversas questões dissertativas, incluindo uma em língua estrangeira e exige que a classe inteira se empenhe para resolver situações-problema. As questões estimulam o aluno a trabalhar em grupo e desenvolver habilidades para solucionar, de forma criativa, as dificuldades apresentadas.

A experiência foi totalmente diferente de tudo o que imaginavam. Os alunos receberam no Colégio uma prova, que foi resolvida de forma coletiva em uma hora e meia. Parece fácil, mas não é. O desafio testa os conhecimentos matemáticos de forma diferente. Os estudantes puderam consultar tudo o que quiseram, exceto a internet, e prepararam a sala anteriormente com o que achavam que precisariam: livros, calculadoras, dicionários, etc. No período em que a prova estava sendo aplicada, não puderam utilizar nada que estivesse fora do ambiente nem obter qualquer ajuda de professores.

Os exercícios estimularam a imaginação, racionalização, coordenação e, principalmente, cooperação. Como foi tudo feito de forma coletiva, os alunos foram obrigados a se dividir em tarefas e trabalhar em grupo, treinamento que será útil futuramente, já que são situações comuns na vida e no mercado de trabalho.

Ao final, é escolhida a melhor prova de cada nível e enviada ao Instituto POC, organizadora da olimpíada no Brasil, que fará a avaliação.

Confira, abaixo, as fotos da realização do Matemática sem Fronteiras no Santo Ivo:

Ensino Fundamental (4º ao 8º anos)

9º ano e Ensino Médio

Alunos do Santo Ivo ficam em 2º lugar em Concurso de Redação do IHGSP

 

IMG_6156

Gabriel com a profª Fátima Toso

Os alunos Gabriel Vieira Nunes (7º ano) e Ana Lívia André Lopes (3º série do Ensino Médio) foram classificados em 2º lugar nas suas categorias no Concurso de Redação “Caminhos de Paz: Novas Histórias para São Paulo”, promovido pelo Conselho de Paz do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Gabriel concorreu com alunos de escolas de toda a cidade e da Região Metropolitana de São Paulo na categoria Ensino Fundamental: 6º, 7º, 8º e 9º anos. Já Ana Lívia ficou em 2º na categoria Ensino Médio.

O concurso teve como objetivo despertar nos professores e estudantes de escolas públicas e privadas a reflexão conjunta sobre a importância do estabelecimento do diálogo entre os povos e o papel de cada um na constituição de movimentos em prol da paz. Com a iniciativa, os organizadores esperavam coletar verdadeiras contribuições para a formação de um futuro mais próspero e sustentável para todos.

IMG_5181

Ana Lívia

Depois de passar por uma pré-seleção dentro da escola, as redações foram submetidas a uma comissão julgadora formada por professores aposentados de língua portuguesa, eleitos a critério da Diretoria do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Os textos deviam ter até 30 linhas; ser realizados individualmente em sala de aula, de próprio punho, sob a supervisão de professores e orientadores; e ser enviados entre agosto e novembro do ano passado.

 

Haverá uma cerimônia de premiação no dia 27 de abril, no Centro de São Paulo. Alunos e professores receberão certificados e medalhas de acordo com a sua classificação. Gabriel e Ana Lívia ganharão, também, uma coleção de livros por conquistarem os 2ºs lugares em suas categorias. Parabéns aos alunos e aos professores Fátima Toso, Maria de Fátima Rollemberg de Faro Mello Borelli e Ronan Colombi Gava.

IMG_6160

Alunos do 7º ano confeccionam exsicatas na aula de Ciências

20160414_exsicatasOs alunos do 7º ano têm se aprofundado no tema Botânica durante as aulas de Ciências da professora Yara. Um dos assuntos trabalhados recentemente foi a exsicata, que é confeccionada com amostras secas de planta inteira ou de suas partes, como ramos com folhas, flores e raízes, e guardada dentro de um herbário.

Antes de montar as exsicatas, os estudantes aprenderam, também, que os herbários são conjuntos de espécies vegetais dispostos segundo a sequência de uma classificação, e que podem ser utilizados como referência a estudos científicos. Para confeccioná-las, levaram para a escola, em fevereiro, amostras de plantas que foram prensadas e secas até a primeira semana de abril.

Além de coletar as amostras, os alunos preencheram uma ficha com informações sobre cada planta, como nome, porte e data da coleta. Os dados não só são fundamentais para o herbário, como são importantes para o conhecimento de quem visita a Sala de Leitura da sede, onde estão expostas as exsicatas confeccionadas pelos estudantes.

CLIQUE AQUI para conferir mais fotos.

4º ano faz resenhas e desenhos sobre o filme “O menino e o mundo”

 

Os alunos do 4º ano C assistiram ao filme “O menino e o mundo”, que concorreu ao Oscar de melhor animação deste ano, para enriquecer o trabalho do projeto “O Grande Sonho”.

Como, em Língua Portuguesa, trabalham o gênero literário “resenha”, os estudantes aproveitaram para resenhar o filme e mostram como já são ótimos críticos de cinema.

Confira, abaixo, a ficha técnica do longa e algumas das resenhas e dos desenhos feitos pelos alunos:

Ficha Técnica:

Roteiro: Alê Abreu
Música: Ruben Feffer e Gustavo Kurlat
Duração: 1h19
Lançamento: 17/01/2014
Disponível no canal YOUTUBE (assista aqui)

 

Desenhos:

Resenhas:

O filme “ O menino e o mundo” conta a história de um menino chamado Cuca, que mora no campo, em um lugar que ele imagina tudo. Um belo dia, seu pai teve que ir para a cidade procurar trabalho. Depois de muitos dias de imaginação, começou um vento muito forte que o levou para a cidade!

Se você começou a se interessar, vai lá assistir ao filme.

Eu gostei do filme porque ele tem várias coisas interessantes e porque me fez imaginar coisas divertidas. Eu recomendo esse filme sim!

Giovana Scavone – 4º C

O filme conta sobre o menino Cuca, cujo pai vai viajar a trabalho e nunca mais volta.

O menino faz as malas para ir atrás do pai, é levado para um lugar onde se colhe algodão e encontra um homem que o leva para uma fábrica de tecidos.

Logo depois, o menino foi parar em uma comunidade e foi atrás do pai. Ele chega a uma estação de trem e acha que seu pai vai aparecer, mas infelizmente…

Será que tudo isso é só imaginação?

Eu gostei do filme porque ele conta várias coisas importantes para nós cuidarmos do meio ambiente. Ao mesmo tempo, eu não gostei porque eu achei ele dramático e triste.

Bárbara – 4º C

“O menino e mundo” é um file produzido apenas com canta BIC e giz pastel, também é um filme brasileiro.

Cuca era um menino muito pobre e um dia seu pai resolveu ir para a cidade trabalhar, assim conseguiria mais dinheiro.

Cuca parte em uma aventura para tentar achar seu pai.

Eu recomendo este filme, mas preste muita atenção ou então você não entende o filme. Crianças pequenas não entenderão muito bem.

Eu gostei do filme porque é uma animação, mas tem partes muito tristes.

Mariana – 4º C

“O menino e o mundo” é um filme mudo, porém contém algumas músicas e para entende-lo tem que prestar muita atenção.

Cuca é um menino sonhador, que tem uma imaginação muito grande. Um dia, o pai de Cuca vai embora para a cidade e ele imagina que vai para lá a procura de seu pai. Será que ele vai conseguir encontra-lo?

Eu recomendo esse filme para pessoas que são muito sonhadoras e têm uma imaginação muito forte, por isso gostei muito do filme. Só não gostei de uma parte que eles cortam umas árvores que é o desmatamento, mas de resto, adorei o filme!

Thais – 4º C

O filme “O menino e o mundo” conta a história de Cuca, um menino, que ao perceber que seu pai vai embora a procura de trabalho, acaba sonhando que estava procurando ele e embarca em uma aventura muito divertida.

Eu recomendo esse filme porque, apesar de ser mudo, é um filme inspirador e muito legal. Eu adorei!!! É difícil explicar como esse filme é maravilhoso!!!

Ana Clara – 4º C

“O menino e mundo” é um filme mudo (sem falas). Ele conta a história de um menino muito sonhador que vive em uma pequena fazenda. Seu pai vai trabalhar na cidade e o menino fica com saudades. Um dia, o vento o leva para a cidade e lá ele descobre várias coisas.

Eu recomendo este filme, porque ele é muito profundo. Ele mostra como é a situação da cidade que enfrentamos agora e outras coisas…

Celina – 4º C

“O Menino e o mundo” é um filme brasileiro que concorreu ao Oscar de melhor animação.

O filme foi feito à mão com: lápis, papel, giz pastel, algumas colagens e caneta BIC.

É um filme um pouco triste e sem som, mas eu recomendo para vocês porque é interessante. Fala sobre um menino, cujo pai viajou para a cidade à trabalho e o menino foi atrás dele pela cidade inteira, porque um vento forte o levou à cidade., ele se via grande, até que um dia, ele cresceu e saiu de casa. Bom, não posso contar tudo, mas é bem legal!

Giovanna Gomes – 4º C

 

Alunos do 7º ano elaboram maquetes da densidade demográfica do Brasil

Sob coordenação da professora Karin, de Geografia, os alunos  do 7º ano elaboraram maquetes da densidade demográfica do Brasil e puderam perceber  que o Brasil possui áreas densamente povoadas e outras pouco povoadas, apesar de  ser um país muito populoso.

As maquetes foram elaboradas com material reciclável  e os alunos compreenderam  como os materiais podem ser reaproveitados,  evitando, assim, a retirada de recursos naturais.

Confira, abaixo, as fotos de alguns dos trabalhos produzidos:

Abril é o mês do livro infantil: confira homenagem da Sala de Leitura

Duas datas comemorativas fazem de abril o mês do livro infantil. No dia 2, data do nascimento do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, considerado o primeiro a romancear as fábulas voltadas especialmente para crianças, comemora-se o Dia Internacional do Livro Infantil. Em 18 de abril, que marca o nascimento de Monteiro Lobato, comemora-se no Brasil o Dia Nacional da Literatura Infantil.

Devido às datas, a Sala de Leitura do Santo Ivo, na sede, faz uma homenagem especial aos dois autores, com decoração temática e exposição de obras dos escritores.

Nascido em 1805, Andersen publicou contos de fada entre 1835 e 1872, como os célebres “O Soldadinho de Chumbo” e “O Patinho Feio”. Hoje, dá nome ao mais importante reconhecimento internacional da literatura infantil, o Prêmio Hans Christian Andersen. Além disso, anualmente, a International Board on Books for Young People (IBBY) oferece a Medalha Hans Christian Andersen para os maiores nomes da literatura infanto-juvenil.

Já o Dia Nacional do Livro Infantil homenageia Monteiro Lobato, escritor que, como poucos, dedicou-se à literatura infantil no país. Nascido em Taubaté, Lobato publicou, em 1920, “Negrinha e A Menina do Narizinho Arrebitado”, sua primeira obra para crianças, que deu origem a Lúcia, mais conhecida como a Narizinho do Sítio do Picapau Amarelo.

No ano seguinte, 500 exemplares do livro foram doados em escolas, um fato inédito na indústria editorial. O sucesso entre os pequenos gerou continuações e o autor seguiu criando aventuras com personagens bem ligados à cultura brasileira, recuperando, inclusive, costumes da roça e lendas do folclore. Monteiro Lobato inovou ao “misturar” personagens como Dona Benta, Pedrinho, Tia Nastácia, Visconde de Sabugosa e Emília a nomes da literatura universal, da mitologia grega, dos quadrinhos e do cinema.

Confira, abaixo, a homenagem da Sala de Leitura aos dois autores: