Volta às aulas: como se adaptar à rotina escolar?

20160729_volta_aulasA volta às aulas está bem próxima e retornar às atividades rotineiras nem sempre é tarefa fácil.  Após um mês de férias, é comum que o aluno leve alguns dias para se adaptar novamente à rotina escolar. O processo demanda tempo, paciência e jogo de cintura.

Os especialistas recomendam que os pais reajustem progressivamente, alguns dias antes do retorno às aulas, o ritmo do organismo dos filhos. Ou seja, restabeleça aos poucos os horários para acordar, se alimentar, brincar e dormir.

Começar a arrumar o material escolar e rever os uniformes é importante. Assim, as crianças já podem ir se envolvendo com o novo ritmo e com a escola novamente.

Confira algumas dicas para tornar essa adaptação mais fácil:

  1. Organize os horários de ir para cama.
    O sono é o primeiro ponto que deve ser readaptado. Durante os dias de folga, as crianças provavelmente desregularam os horários e dormiram um pouco mais tarde e, consequentemente, acordaram mais tarde ainda. Para não estranhar tanto a mudança, nesses dias antes de começarem as aulas estabeleça horários para ir dormir e acordar. Desta forma, o corpo se adaptará normalmente à nova rotina.
  2. Converse com seu filho sobre o retorno para a escola
    As férias são ótimas, mas voltar às aulas também! Reencontrar os amigos e os professores favoritos é sempre gostoso. Estimule a sua memória e ajude a criança a lembrar que é muito importante ir para a escola e quanta coisa boa ela faz por lá, quanta coisa ela aprende nas aulas e como ela também se diverte. No caso dos mais velhos, converse sobre as expectativas relativas ao segundo semestre, o que eles acham que o professor vai dar a primeira aula, o que eles gostariam de aprender e de fazer na escola nos próximos meses. Ajudar a arrumar o material, a separar o uniforme e rever os cadernos do semestre anterior também é uma forma de ligar de novo a “chavinha” da escola.
  3. Organize a alimentação
    Os horários durante as férias viram uma bagunça. Como a criança dorme e acorda tarde, o café da manhã, na maioria das vezes, vira quase um almoço, que costuma ser muito mais tarde do que nos dias letivos. Com a chegada das aulas, é preciso organizar a alimentação e seus horários, para não bater aquela fome fora de hora e prejudicar os estudos.
  4. Controle a ansiedade
    Os pais que estiveram durante todo o mês perto dos filhos, conciliando as férias do trabalho às da escola das crianças, devem controlar a própria ansiedade na hora da separação. Se os adultos estiverem bem, transmitirão esse sentimento à criança.
Anúncios

Tocha Olímpica passa por São Paulo neste domingo

Depois de sair do berço dos Jogos, Olímpia, na Grécia, em abril, e passear pelas cinco regiões do Brasil, a tocha olímpica chega a São Paulo neste domingo (24).

Ela parte do Parque da Independência, de skate, e vai percorrer 55 km por ruas da capital, em carros oficiais ou nas mãos de condutores.

O trajeto contempla pontos turísticos, como a avenida Paulista, o Mercadão, o Parque Ibirapuera e o estádio do Pacaembu.

Entre os condutores que revezarão a honra de carregar a chama olímpica estão Maria Esther Bueno, a maior tenista brasileira de todos os tempos, o nadador Gustavo Borges e a nadadora Ana Marcela Cunha, que participa desta edição da Olimpíada.

Quando chegar ao Rio de Janeiro, no dia 4 de agosto, véspera da cerimônia de abertura da Olimpíada, a tocha terá percorrido 20 mil quilômetros e 10 mil milhas aéreas pelo país e passado na mão de mais de 10 mil brasileiros.

Confira as principais vias e espaços que farão parte do trajeto:

20160722_tocha7h45 Museu do Ipiranga
7h55 Praça do Monumento
8h21 Av. Arno
8h24 R. Canuto Saraiva, 597
9h08 R. da Figueira 9h10 Praça da Sé
9h46 R.da Consolação
10h06 Av. Paulista (altura da r. Haddock Lobo)
10h45 Av. Bernardino de Campos
11h15 R. Sena Madureira, 300
11h44 Av. República do Líbano
12h11 Av. Pedro Álvares Cabral/Parque Ibirapuera
12h40 Av. Pedro Álvares Cabral
13h11 R. Colômbia, 376
13h39 Av. Brasil
13h47 R. Alagoas, 842
14h47 Praça Charles Miler
15h05 R. da Cantareira, 270
15h42 Praça da Luz
16h01 Estádio Pacaembu
16h26 Praça Charles Miler
16h47 Praça Ana Maria Popovic
17h24 Av. Auro Soares M. Andrade
17h43 Av. Dr. Abrahão Ribeiro
18h22 Praça Heróis da FEB
19h Sambódromo do Anhembi

Fonte: Folha de S. Paulo

Confira visita dos alunos do 6º ao 8º ano à exposição de Pablo Picasso

No dia 30 de junho,  último dia do semestre, os alunos dos 6ºs, 7ºs e 8º anos visitaram a exposição “Picasso- Mão Erudita, Olho Selvagem”, no Instituto Tomie Ohtake. A iniciativa foi tomada pelos alunos do grêmio estudantil Ação e teve colaboração dos membros da chapa Lost

A exposição conta com 116 trabalhos do artista espanhol pertencentes ao acervo do Musée National Picasso-Paris. O conjunto tem 34 pinturas, 42 desenhos, 20 esculturas e 20 gravuras. Com 10 seções temáticas, a mostra propõe uma viagem cronológica pela carreira do pintor.

Os alunos tiveram a oportunidade de ver um panorama praticamente inédito de sua obra, já que quase 90% das peças nunca foram exibidas antes no país.

A turma estava acompanhada pelo professor de Arte, Lucas, e pela orientadora educacional Silvia.

Confira as fotos:

Exposição Picasso- Fund. II (jun/16)

Veja como foi a Festa Junina do Fundamental II

20160624_bandeirasOs alunos do Fundamental II encerraram o primeiro semestre no Santo Ivo em clima de festa.

Na última semana antes das férias de julho, os estudantes tiraram as blusas xadrez e os vestidos de chita do armário e celebraram a Festa Junina na sede do Santo Ivo.

O dia foi animado por músicas e danças típicas. Um correio elegante ajudou a envolver os alunos no espírito da festa. E, claro, não podiam faltar os quitutes, muitos quitutes. Em uma grande mesa, foi exposta uma variedade imensa de comidinhas, como salgados, bolos, paçoca, pipoca, pé de moleque, curau e muitas outras.

Quer ver como foi? Confira as fotos:

Festa Junina - Fundamental 2 (jun/16)

Alunos dos 3°s anos conhecem novos instrumentos musicais

20160630_musicaDando continuidade ao projeto de música e ao tema “Som” das aulas de Ciências, os alunos dos 3°s anos levaram para a escola diferentes instrumentos musicais para apresentar aos seus colegas.

Além de conhecer de perto o som de cada um e curtir as15 descobertas, eles aproveitaram para revisar os conceitos estudados durante as aulas, como ritmo, intensidade, volume, percepção e propriedades do som, além do contato com diferentes instrumentos.

O som está presente na vida de uma criança desde antes do nascimento e é por meio dele que ela recebe grande parte das informações às quais tem acesso no dia a dia. Por isso, o estudo do som é tão importante e, ao mesmo tempo, tão desafiador. Afinal, como estudar aquilo que não vemos?

O estudo do som trabalha habilidades como atenção, concentração, percepção e memória auditiva. O objetivo do projeto das aulas de Ciências não é formar músicos, mas sim contribuir para que as crianças compreendam quais conceitos científicos relacionados ao som estão presentes em seu cotidiano e no funcionamento de alguns instrumentos, conhecendo, por exemplo, como captam o som que chega às suas orelhas.

Confira as fotos:

Instrumentos musicais- 3º ano (jun/16)