Alunos do 6º ano e da 1ª série do Ens. Médio estudam simbologia tribal no projeto “Primitivos”

Os alunos dos 6ºs anos do Ensino Fundamental e da 1ª série do Ensino Médio estudaram, em complexidades diferentes, o processo de catalogação, comunicação e construção ritualística da cultura tribal dos nativos Wajãpi, Bororós e Marajoaras, no projeto denominado “Primitivos”.

A ação consistia em criar um símbolo que unisse coerentemente (de acordo com o estudado do Dossiê Wajãpi) uma função tribal, um animal e uma cor. Uma tinta feita de Urucum, saliva e gordura foi usada por alguns grupos.

O projeto “Primitivos” tem sido realizado desde 2016 pelo professor Lucas Bocatto, de Artes. “O resultado é uma comparação interessante entre os símbolos criados pelos alunos mais novos, muito mais coloridos, baseados em animais e funções imaginárias, e os símbolos criados pelos adolescentes, já mais estruturados, preocupados e, como há de ser, menos fluídos”, explica Bocatto.

A Arte Kusiwa é um sistema de representação gráfico próprio dos povos indígenas Wajãpi, do Amapá, que sintetiza seu modo particular de conhecer, conceber e agir sobre o universo. Foi o primeiro bem considerado Patrimônio Cultural do Brasil e foi titulado pela UNESCO como Obra-Prima do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade, em 2003, e, depois, como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, em 2008.

Clique abaixo para conferir as fotos:


20180307_082802-01

Anúncios