8º ano realiza estudo do meio nas cidades históricas de Minas Gerais

Dos dias 16 a 20 de agosto, acontece o estudo do meio dos 8ºs anos nas Cidades Históricas de Minas Gerais.

Entre os destinos visitados pelos estudantes, estão:

  • Tiradentes, onde irão a pontos importantes do município, como a oficina de órgão na Igreja Matriz e antigas áreas de mineração;
  • Congonhas do Campo, onde fica o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, obra prima do barroco mundial;
  • Ouro Preto, Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, por deter o maior conjunto homogêneo da arquitetura colonial do Brasil;
  • Paracatu, que é um distritos mais afetados pela lama na tragédia da Samarco;
  • Mariana, primeira capital do estado e a cidade mais rica do Ciclo do Ouro, reúne um belo conjunto de igrejas, casario colonial e artesãos.

Confira as fotos:

Dia 1: almoço em Três Corações - Restaurante Venda do Chico

 

Projeto – Um dos objetivos pedagógicos do estudo do meio é que eles produzam um álbum fotográfico do nosso país divididos em três grandes períodos, onde as imagens serão obtidas a partir de pesquisas de arquivo de grandes instituições depositárias de coleções de fotografias históricas.

Os alunos que não participam do Estudo do Meio irão produzir imagens que retratem e traduzem, de acordo com o seu ponto de vista, o espírito do Brasil nos dias atuais. Para tanto, devem selecionar, visitar e fotografar diferentes espaços da cidade de São Paulo, no contraturno das aulas.

As imagens devem contemplar as 5 categorias a seguir:
1 – Arquitetura religiosa (templos, igrejas e outros edifícios de uso estritamente religioso – de qualquer religião)
2 – Arquitetura em geral (casas, edifícios, monumentos, equipamentos urbanos etc.)
3 – Paisagem
4 – Tecnologia
5 – Manifestação cultural (festas, danças, rituais religiosos, alimentos, vestimentas etc.)

Juntamente com as fotografias, os alunos entregarão um pequeno texto em que contextualizem as imagens e justifiquem as escolhas feitas.

Vale ressaltar que em sala de aula, no período normal, sob orientação do professor Lucas Bocatto, os alunos aprenderão a editar as imagens e a montar o álbum fotográfico virtual, utilizando as ferramentas da plataforma Google, além de terem o apoio da professora Yara para as pesquisas.

Ao final do estudo, os trabalhos realizados em Minas e em São Paulo se complementarão para a concretização do produto final deste grande projeto.

Anúncios

Confira os classificados no XII Concurso Literário do Colégio Santo Ivo

Logo Concurso Literário 2018_okFoi divulgada a lista com os nomes dos cinco classificados por categoria da 12ª edição do Concurso Literário do Colégio Santo Ivo, que neste ano tem como patrono Manuel Bandeira, um dos maiores poetas da língua portuguesa.

Alunos do 1º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio participam do Concurso, que é coordenado pela direção do colégio e pelos professores de Língua Portuguesa e Literatura. O tema neste ano é “Todos Somos Um”.

Os cinco trabalhos selecionados serão analisados por uma comissão julgadora, composta por jornalistas, professores da área de linguagens e pelo diretor geral do colégio. Na etapa final, serão conhecidos os três trabalhos finalistas por categoria.

Os vencedores serão anunciados na cerimônia de premiação, que será realizada no dia 29 de setembro, às 9h30, no auditório da Unidade II. Os três primeiros colocados receberão medalhas de ouro, prata e bronze e vale-presente de uma livraria.

Veja, abaixo, a lista dos classificados, que aparecem em ordem alfabética:

1ºs anos                             

1º A – Arthur Pinheiro Silva Brigatto Sperling
1º B – Felipe Martins Torres Rabello
1º C – Guilherme Marola Almeida
1º A – Isabela Serra Pereira
1º C – Théo Faust Machado

2ºs anos                             

2º A – Gabriel Sanches Campos
2º C – Isadora Bezerra Alves
2º C – Marina Bellízia Gianotto
2º B – Matheus Rolim Fraga Moreira
2º C – Sophia Vidigal Hastings Maisch

3ºs anos                             

3º A – Amanda D’angelo de Souza
3º B – Giovanna Porssebon Aluísio
3º A – Laís Reckziegel Lopes Bonfatti
3º B – Mariana Sayuri Dias Watanabe
3º B – Matheus Lescovar Binatti Barbosa

4ºs anos                             

4º A – Beatriz Tozzi Ribeiro
4º A – Felipe Taneze Borges de Oliveira
4º A – Isabella Branco Pitarello
4º C – Manoella Palma Ikeda
4º C – Manuela Pedroso Imajó

5ºs anos

5º B – Clara Fonseca Laki
5º A – Lucca Serra Bien
5º B – Luiza Pastore Boihagian
5º A – Pedro Dias Guadrini
5º A – Priscila Peng

6ºs anos

6º A – Bárbara Carmelo Bernardini
6º B – Helena Carletti Senna
6º A – Lívia do Amaral Campos Bertola
6º B – Luíza Terra dos Santos
6º B – Luna de Sá Assadour

7ºs e 8ºs anos

7º B – Bruno Hideki Ricomini Teruya
8º A – Gabrielle Magalhães da Silva
8º A – Giulia Meninel Mattedi
8º A – Isadora Rabetti Trevisan
7º A – Maria Eduarda Teixeira Poiani

9º Ano e 1ª Séries E.M.

9º B – André Gustavo Roda Leal
1ª A – Ana Lara Souza Feres
1ª A – Isabela de Barros Lima Ibrahim
1ª B- Ana Carolina Garcia
1ª B – Hélio Gomes Pereira Neto

2ªs e 3ª Série E.M.

2ª A – Gabriella Fabricio Capuano
3ª A – Angelo Paião Marquezin
3ª A – Luiza de Marco Sibinelli
3ª A – Michel Negrão Salemi
3ª A – Thiago Santoro Galvani

Folclore é tema de atividades durante o mês de agosto

No dia 22 de agosto, comemora-se internacionalmente o Folclore. A data foi estabelecida para abrir os olhos da população para a importância de valorizar a cultura dos povos e preservar tradicionais lendas, contos, danças, ritos, brincadeiras, jogos, festas e outros elementos que são passados de geração para geração, desde muito antigamente, sem que saibamos exatamente sua origem.

Como forma de reconhecimento à importância da valorização da cultura folclórica, os 3ºs anos do Ens. Fundamental dedicam o mês para estudar o folclore.

Por meio de pesquisas e trocas de conhecimentos, os alunos ampliaram o seu repertório sobre o tema. “Conhecer para valorizar” é o lema do trabalho.

Neste ano, as atividades estão sendo enriquecidas com os conteúdos trabalhados no Projeto “Eu no Mundo”, ou seja, aspectos culturais, hábitos e costumes do Japão (país estudado no 1º trimestre) e da Rússia (2º trimestre). Os alunos estão identificando diferenças e semelhanças entre os personagens, as lendas, os brinquedos e brincadeiras, as danças e a música das diversas localidades. O objetivo é fortalecer o respeito às diferenças e à diversidade cultural.

Entre as atividades, foram propostos jogos, como a brincadeira de elástico, cinco-marias, cama-de-gato, trava-língua, etc.

Confira as fotos:

Folclore 3º ano (ago/2018)

6º ano estuda permeabilidade do solo em aula no laboratório de Ciências

Permeabilidade é a propriedade que o solo apresenta de permitir o escoamento de água através dele.

Essa característica é bastante observada na construção civil, na agricultura e também está relacionada às enchentes que ocorrem nas cidades, já que colocam-se sobre o solo asfalto e calçadas feitas de materiais impermeabilizantes que não permitem a infiltração da água da chuva.

Após pesquisar e discutir sobre o tema em sala de aula, os alunos do 6º ano realizaram um experimento no laboratório de Ciências para visualizar a permeabilidade de diferentes tipos de solo, como o arenoso e o argiloso.

Na atividade, montaram dentro de um copo diferentes camadas de solo, chamadas de perfil, e simularam a formação de um poço artesiano e também de um lençol freático, aprendendo que este é mais raso e menor do que um aquífero.

Confira fotos da atividade:

Laboratório de Ciências: permeabilidade do solo - 6º ano (ago/18)

 

3º ano monta instrumento de corda em aula de Ciências

Como produzir sons de diferentes alturas com um instrumento de corda?

A pergunta foi lançado aos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental, nas aulas de Ciências.

Para chegarem a uma resposta, eles realizaram experimentos. Munidos de fios de nylon de diferentes espessuras e estruturas de madeira, os estudantes, reunidos em equipes, puderam criar hipóteses, testá-las e elaborar conclusões a respeito do assunto.

Esse foi mais um momento de exercitar habilidades, como criatividade, observação, curiosidade, pensamento científico e argumentação, empatia e respeito às diferenças.

Confira as fotos:

Aula de Ciências - 3º ano Fund. I (ago/2018)

Professores do Santo Ivo participam do Congresso Saberes

No último sábado (4), professores do Colégio Santo Ivo participaram do VII Congresso  Saberes da Docência.

O evento reúne profissionais da educação para discutir e ampliar as possibilidades das ações educativas que favoreçam o protagonismo do estudante, tornando o processo de aprendizagem mais significativo e duradouro.

Neste ambiente de discussão sobre as perspectivas metodológicas contemporâneas, 11 professores do Santo Ivo compartilharam práticas e projetos desenvolvidos em sala de aula. Confira os temas:

  • Profª. Maria de Fátima de Pinho Silva
    Título: A CONSTRUÇÃO DA  CULTURA DA PAZ NO DIA A DIA
  • Prof. Ronan Colombi Gava
    Título: PRODUÇÃO TEXTUAL COLETIVA POR ROTAÇÃO
  • Prof. Lucas Bocatto Prandini
    Título: DIAGNÓSTICOS, AVALIAÇÕES E RECUPERAÇÕES CONTÍNUAS POR HABILIDADE
  • Profª. Luciana Marson Ferreira Sbeghen
    Título: POSSIBILIDADE:O TRABALHO EM GRUPO E O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES SOCIOEMOCIONAIS
  • Prof. Paulo Oliveira Borges
    Título: 4 PASSOS PARA ENTENDER O NÚCLEO CELULAR
  • Profª. Patricia de Barros Bonjovani
    Título: VIVENCIANDO METODOLOGIAS ATIVAS COM OS PAIS
  • Profª. Lara Reckziegel Lopes Bonfatti
    Título: POVOS FORMADORES DO BRASIL E SUAS INFLUÊNCIAS CULTURAIS
  • Profª. Daniela de Almeida Prado do Nascimento
    Título: MATEMÁTICA FINANCEIRA NO E.F.II – ALUNO PROTAGONISTA
  • Profª. Yara Andréo de Souza; Profª. Ivana Pansera de Oliveira Muscalu, Prof. Lucas Bocatto Prandini e Profª. Marilena da Costa Felipe
    Título: TRABALHO MULTIDISCIPLINAR: ALINHAMENTO DE CONTEÚDOS NO ENSINO FUNDAMENTAL II (6º A 8º ANO)
  • Profª. Ivana Pansera de Oliveira Muscalu, Prof. Lucas Bocatto Prandini; Profª. Yara Andréo de Souza e Profª. Marilena da Costa Felipe
    Título: METODOLOGIAS ATIVAS E O USO DE RUBRICAS NA AVALIAÇÃO
  • Profª. Ivana Pansera de Oliveira Muscalu, Prof. Lucas Bocatto Prandini e Profª. Yara Andréo de Souza
    Título: #PAULICEIA: METODOLOGIA DE PROJETOS

Veja, abaixo, as fotos:

VII Congresso  Saberes da Docência (ago/2018)

Turmas do Santo Ivo ganham medalhas na Olimpíada Matemática sem Fronteiras

Que orgulho! O 6º ano B obteve medalha de ouro em níveis estadual e nacional da Olimpíada Matemática sem Fronteiras, maior competição interclasses do mundo!

Participaram desta edição da Olimpíada alunos do 4° ano do Ensino Fundamental à 1ª série do Ensino Médio, em mais de 4 mil classes de escolas públicas e particulares de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal.

Confira as demais conquistas:

4º ano A – Medalha de Prata (nível estadual) e Medalha de Bronze (nível nacional)
5º ano B – Medalha de Prata (nível estadual) e Medalha de Bronze (nível nacional)

Parabéns a todos!

6ano_Matematica sem fronteiras

6º ano B, que ganhou medalha de ouro na Olimpíada Matemática sem Fronteiras