Museu conta história de invenções

Todo mundo já deve ter imaginado como é o fantástico mundo dos inventores. Na visão, com certeza há um cientista maluco fazendo coisas mirabolantes no meio de uma bagunça. Que tal conhecer a história de alguns objetos comuns – e de outros nem tanto – no nosso cotidiano?

O Museu Contemporâneo das Invenções expõe cerca de 500 peças e protótipos, todos patenteados e até alguns a venda. Você pode ver experimentos que deram errado e se tornaram invenções famosas, como o espaguete flutuante para brincar na piscina.

Também há itens que chamam a atenção, como óculos de pingar colírio e um pente para carecas. É uma oportunidade de conhecer coisas novas e descobrir a história de vários objetos.

Quando: De segunda a sexta, das 10h às 17h. Fechado nos finais de semana e feriados.

Quanto: R$ 10,00

Onde: Museu Contemporâneo das Invenções (Rua Doutor Homem De Melo, 1109 – Perdizes – São Paulo – SP Tel. 3873-3211)

Anúncios

Coração é tema de exposição didática

Que tal conhecer um pouco mais sobre o coração? Já parou para pensar como esse órgão tão importante funciona? Agora você pode aprender além da sala de aula e observar na prática.

A exposição “Vias do Coração” tem como foco mostrar – além do funcionamento do órgão em questão – o sistema circulatório e sangue de modo simples. Por meio de imagens, vídeos, terminais multimídia, painéis e microscópios os visitantes têm ferramentas importantes para a compreensão do assunto.

A mostra ainda conta com um coração de mais de 2 metros de altura, do escultor Gil Verx, que permite que crianças entendam melhor o funcionamento do órgão. A exposição, além de didática, serve para conscientização do público, que é formado em grande parte por crianças, sobre possíveis problemas de saúdes associados ao órgão.

É imperdível conferir essa verdadeira aula sobre o corpo humano!

Quando: Terça a sexta, das 8h às 18h; sábado, domingo e feriado, das 9h às 18h. Até 31/03/2013.

Quanto: R$ 4,00. Grátis no primeiro sábado e terceiro domingo de cada mês, para menores de 6 anos e maiores de 60.

Onde: Estação Ciência (Rua Guaicurus, 1394 – Barra Funda – São Paulo – SP – Tel.: (11) 3871 6750)

Exposição conta a história de Pinóquio de forma interativa

Quem gosta de Pinóquio não pode perder a mostra “Pinóquio: Uma Bela Arte”, que acaba neste fim de semana. A exposição tem nove instalações feitas por artistas nacionais e internacionais e que contam a narrativa do livro de Collodi de forma interativa.

Entre as atrações, há uma sala repleta de bolas douradas de vários tamanhos simulando a floresta sendo invadida. Outra instalação de sucesso é a colmeia de montar, em que os visitantes devem montar as peças o mais rápido possível.

No final da mostra, há um corredor em que a projeção da sombra de Pinóquio segue os passos do visitante. Aproveite o feriado para ir conferir essa exposição que termina neste domingo (18).

Quando: Terça a sexta, 10h/21h30; sábado, 10h/21h; domingo e feriados, 10h/19h30. Até 18/11.

Quanto: Grátis

Onde: SESC Belenzinho (Rua Padre Adelino, 1000 – Belém – São Paulo – SP – Tel.: (11) 2076 9700)

Visite a exposição de Alberto Giacometti na Pinacoteca

"O homem que caminha", de Alberto Giacometti (Foto: Divulgação)

Está aberta, na Pinacoteca do Estado, a exposição das obras do artista ítalo-suíço Alberto Giacometti, um dos principais nomes da arte do século XX, famoso por suas finas esculturas em bronze.

A mostra é composta por pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e objetos decorativos do artista, traçando sua trajetória desde a infância até a idade adulta, quando entra em contato com as culturas primitivas e o movimento surrealista.

A exposição está em cartaz até o dia 17 de junho, de terça a domingo, das 10h às 18h. A entrada custa R$ 6,00 e é gratuita aos sábados. Não perca!

Alunos do 7º ano visitam exposição no MASP

Os alunos do 7º ano visitaram no dia 14 de março a exposição “Roma – A vida e os Imperadores”, aberta ao público no MASP (Museu de Arte de São Paulo).

No espaço, estão reunidas 370 obras primas da época em que a arte clássica atingiu seu apogeu no Império. A exposição ainda conta com peças impressionantes como a estátua do deus Júpiter, com sua beleza e perfeição anatômica e outras ligadas a entalhes em mármore nos sarcófagos apresentados.

Após a visita, os alunos puderam assimilar de forma mais concreta as informações, entendendo e construindo seu conhecimento sobre o tema. Veja abaixo depoimentos de duas alunas sobre a mostra: